As cores influenciam no comportamento de compra do consumidor? Saiba como usá-las no PDV!

As cores influenciam no comportamento de compra do consumidor? Saiba como usá-las no PDV!

Pricefy

13/11/2018

This is some text inside of a div block.
October 21, 2021
This is some text inside of a div block.

As cores estão entre as influências mais importantes sobre o comportamento de compra do consumidor. Todos os varejistas estão competindo, constantemente, pela atenção das pessoas e, uma vez que elas estejam dentro do PDV, é preciso convertê-las em clientes. Ora, não é à toa que tantos cartazes de promoção são vermelhos e amarelos.

Neste post, você vai aprender mais sobre a importância das cores em elementos como cartazes, etiquetas e prateleiras, para aumentar as vendas no PDV. Vamos explorar diferentes segmentos do varejo e as cores mais associadas a cada um e diferenciar o uso de cores em peças informativas e promocionais. E, claro, vamos cobrir a relação entre cores e a sua marca. Confira!

A psicologia das cores e o comportamento de compra do consumidor

Todo mundo conhece a relação entre a cor da roupa e o desejo para o ano novo, na festa de réveillon. No Brasil, é comum passarmos a virada vestidos de branco porque essa cor está associada à paz e à pureza. Mas há quem vista dourado para tentar atrair prosperidade e sucesso financeiro, ou vermelho, para atrair uma paixão.

As cores funcionam de forma semelhante na influência do comportamento de compra do consumidor. Elas estão culturalmente associadas a determinados aspectos e simbologias. É por isso que vemos marcas concorrentes, muitas vezes, utilizando as mesmas cores: redes de fast-food usam vermelho e amarelo; empresas de tecnologia preferem o azul, e assim por diante.

Isso não quer dizer que o uso de cores siga regras universais. O vermelho tende a ser a cor mais chamativa e, por isso, é muito comum para atrair a atenção, mas nem sempre será a melhor escolha. Isso vai depender do ambiente da loja, da identidade da marca, das cores dos produtos, entre outros fatores. Um cartaz vermelho não se destaca em um ambiente vermelho ou marrom, por exemplo.

Desta forma, ao escolher as cores no seu PDV, leve em conta o ambiente como um todo. Quais são as cores da fachada, das paredes, das prateleiras? Quais cores teriam mais contraste com essas e como ficaria essa combinação? Quais cores estão associadas aos produtos? Essas e outras questões devem ser consideradas.

As cores no varejo

Por falar em produtos, passaremos, agora, a conferir como as cores estão associadas aos diferentes segmentos do varejo. Vamos lá!

Farmácias

Lojas que vendem medicamentos, dificilmente escapam do branco, associado à pureza e à saúde. Note que os jalecos de profissionais como médicos e enfermeiros são brancos. As farmácias também costumam usar o azul e o verde que, nesses casos, estão associados à seriedade e ao bem-estar. O verde também é muito utilizado em hospitais e a ligação é positiva por dar autoridade ao estabelecimento.

As cores, nesses estabelecimentos, também costumam ser primárias — simples e sóbrias, como convém ao assunto. No contexto, cartazes e peças informativas em amarelo terão grande destaque — pense em uma caixa de remédio genérico, por exemplo.

Lojas de móveis e decoração

O uso de cores em lojas de móveis depende muito do público-alvo.

Em mercados para a classe C, normalmente são usadas as cores primárias, aquelas mais básicas, disponíveis nas menores caixas de lápis de cor: vermelho, amarelo, preto, azul e assim por diante. Elas são chamativas e oferecem bom contraste com os produtos, que normalmente são brancos (como azulejos) ou possuem tons pastéis e cores frias (prateado, marrom-claro etc.).

Já para um público de maior poder aquisitivo são usados os próprios tons pastéis e cores derivadas (como cinza, marrom, dourado etc.) para emprestar sofisticação.

Roupas

O varejo de roupas é outro segmento com enorme variedade no uso de cores. Em comércios do tipo "fast-fashion", a norma é abusar do branco. Isso permite que as próprias roupas coloram o ambiente. Com um ambiente assim, o lojista ganha total controle e cartazes em qualquer cor — seja preto, vermelho, verde etc. — terão grande destaque.

Já lojas de grife usam papéis de parede em tons como bege ou marrom para deixar o ambiente mais aconchegante e sofisticado. As peças informativas são menores e em tons como o branco sobre o fundo preto.

Supermercados

Supermercados precisam ter as mais completas estratégias de comportamento de compra do consumidor, inclusive no uso de cores. Isso acontece por serem, essencialmente, várias lojas em uma só — e serem frequentados por vários tipos de consumidor: da família que pode fazer compras por impulso ao cliente bem informado que veio adquirir um item bem específico.

Aqui vale considerar o uso de cores de acordo com a seção. Azul e cinza são boas cores para a parte de informática; vermelho e amarelo dão bons cartazes para o hortifruti; preto e marrom costumam nortear a parte de vinhos e outros destilados etc.

As cores em peças informativas e promocionais

É importante distinguir as escolhas de cores para peças informativas e promocionais. No caso de cartazes de promoção e semelhantes, o objetivo é captar a atenção do consumidor e transmitir uma única mensagem em poucos segundos. Assim, convém usar cores quentes e marcantes, como vermelho e amarelo.

Já para peças informativas, mais perenes e com textos mais longos, convém usar cores que cansem menos a vista, como azul, branco e verde. A peça deve ser convidativa e em tons mais amenos.

As cores e a marca

O uso de cores é importante na estratégia de comportamento de compra do consumidor, mas não pode ser planejado em separado da sua marca. Mesmo que ela não use o vermelho, é possível produzir peças chamativas com as suas cores.

Da mesma forma, convém não seguir regras ao pé da letra se elas causarem outros problemas. Um tradicional cartaz de texto vermelho sobre fundo amarelo pode chamar muita atenção e ser excelente para aumentar as vendas em um hipermercado, mas não ficaria bem em uma loja de roupas de grife.

O comportamento de compra do consumidor é afetado por muitas variáveis e, como você pôde ver, a cor está entre as mais importantes. Mesmo antes de lermos uma mensagem, somos capazes de perceber suas cores. Em alguns casos, as cores estão tão fortemente associadas a uma experiência que o texto passa a ser desnecessário. Com estas dicas, o seu varejo logo alcançará o mesmo reconhecimento de marca!

Este post foi interessante para você? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de mais dicas feitas especialmente para varejistas que querem inovar no jeito de divulgar ofertas!

Conteúdos relacionados