Como a integração de sistemas pode contribuir na gestão do varejo

Como a integração de sistemas pode contribuir na gestão do varejo

Pricefy

9/2/2021

This is some text inside of a div block.
September 16, 2021
This is some text inside of a div block.

Fazer uma boa gestão do varejo envolve a execução de tarefas e atividades que exigem uma visão macro, além de muita organização. Porém, apesar da tecnologia contribuir para a otimização de processos e permitir a coleta de informações mais eficientes, é necessário investir na integração dos sistemas para que o gerenciamento seja cada vez mais assertivo.

Por isso, neste artigo, você vai saber quais as vantagens da integração entre sistemas e quais são os seus benefícios para a gestão do varejo. Vamos lá? 

A importância da integração entre sistemas para uma boa gestão do varejo

O varejo está entre os segmentos mais ativos da economia brasileira. Responsável por movimentar bilhões de reais por ano e contribuir para a geração de empregos no país.

No entanto, para manter este impacto no cenário econômico, a gestão precisa desenvolver um trabalho delicado e eficiente. Principalmente porque a rotina das empresas do segmento, como nos supermercados, por exemplo, envolve muitos fluxos e processos.

Além disso, a alta taxa de competitividade coloca à frente as organizações que investem tempo e recurso na otimização de tarefas, aumentando o lucro e a produtividade.

Por isso, diante desse cenário, cresce também a necessidade de investir em softwares de gestão integrada. Para um maior controle dos processos, garantindo o avanço na comunicação entre as áreas, o que possibilita uma visão macro dos processos do estabelecimento.

Os benefícios da integração entre sistemas para a gestão do varejo

Quando falamos de integração entre sistemas para a gestão do varejo, estamos tratando diretamente da parte fundamental para a sustentabilidade do negócio.

Pois, apesar de muitos estabelecimentos já utilizarem softwares que permitem uma gestão otimizada para diferentes áreas da empresa, não é muito comum que haja uma integração entre esses sistemas.

Para mudar este cenário, as empresas varejistas podem investir em softwares ERP (Enterprise Resource Planning), que atuam como centralizadores de informações, permitindo que todos os dados dos processos operacionais, administrativos e gerenciais sejam armazenados na mesma plataforma.

Assim, a gestão do varejo consegue ter uma visão ampla de todos os fluxos e processos. A partir daí, fica muito mais fácil mensurar as vendas, controlar o estoque, reestruturar a precificação e a comunicação de ofertas para o consumidor.

Além de uma gestão eficiente, a integração entre sistemas no varejo também garante:

1) Planejamento eficaz

Hoje em dia, nenhum comércio varejista sobrevive sem ter um sistema de gestão que auxilie no crescimento e gerenciamento do setor.

Com a integração dos sistemas, a gestão do varejo consegue ter acesso a informações atualizadas de todas as áreas, para tomar decisões e planejar ações mais assertivas.

Conhecendo a realidade dos processos gerenciados, é possível traçar estratégias para melhorar o desempenho em todas as áreas.

2) Controle de estoque

Com os sistemas integrados, como os ERPs, a eficiência dos processos operacionais é garantida, já que as informações ficam centralizadas e disponíveis em um único sistema.

Além disso, se os dados estiverem armazenados em nuvem, podem ser acessados de qualquer lugar, a qualquer hora do dia.

Tudo isso permite que a gestão do varejo tenha uma visão mais ampla do estoque e consiga traçar estratégias de venda e precificação. Além de definir ações para evitar perdas de mercadorias por validade ou controle ineficiente.

3) Estratégias para precificação

Se a gestão do varejo consegue obter dados mais confiáveis sobre o estoque, a equipe de vendas consegue reavaliar a precificação dos produtos e descobrir se eles estão acima ou abaixo do preço, o que pode implicar em prejuízo para o estabelecimento.

4) Mais assertividade na comunicação de ofertas

Quando a gestão consegue ter uma visão macro do estabelecimento, é possível colher informações reais e confiáveis e, com o controle do estoque otimizado, fica fácil ver quais itens têm mais e menos saída, e quais estão próximos da data de validade.

Com esses dados em mãos, é possível estabelecer estratégias de venda e criar promoções para os clientes.

Tenha um sistema que cruze e centralize as informações para tomadas de decisão 

Por meio de uma solução que cruze as informações e centralize todos os dados, é possível realizar tomadas de decisão mais ágeis e assertivas e, além disso, aumentar o faturamento dentro da empresa.
Afinal, além de facilitar a gestão e produção, um sistema completo, com integração e centralização de dados é capaz de eliminar a necessidade de um processo complexo entre ERP e gôndola, além de acabar com o risco de ter dois preços diferentes para o mesmo produto em cada sistema. Sendo assim, garantindo que todo o PDV esteja atualizado. 


Percebeu que a integração entre sistemas permite que a gestão do varejo seja cada vez mais eficiente? Acesse o blog da Pricefy e veja mais dicas sobre ferramentas e marketing para o setor varejista.

Conteúdos relacionados