Como reduzir o turnover de colaboradores no supermercado?
Marketing de Varejo

Como reduzir o turnover de colaboradores no supermercado?

Pricefy

11/2/2019

This is some text inside of a div block.
April 26, 2021
This is some text inside of a div block.

O turnover em supermercado aflige muitos administradores. Trata-se da taxa de substituição dos funcionários: quanto mais alta, maior a rotatividade de empregados.

Quando os funcionários vão embora — seja porque foram demitidos ou por escolha própria — sua ausência deixa um gargalo. E gargalos causam grandes prejuízos para os varejistas. Enquanto um novo funcionário não chega, o resto da equipe tem que trabalhar mais. Custa caro identificar, contratar e treinar o substituto. Além disso, leva tempo até que o novo colaborador adquira o mesmo ritmo que o antigo funcionário tinha.

Neste artigo você vai entender melhor o que é o turnover e quais os prejuízos que ele proporciona para as empresas. Em seguida, vai conhecer as principais causas do turnover. Finalmente, vai aprender sobre técnicas para reduzir esse problema no seu supermercado. Confira!

O que é turnover?

No setor de recursos humanos, a taxa de turnover é a porcentagem de funcionários que deixam uma empresa ao longo de determinado período de tempo (como um trimestre ou um ano). Isso vale para quem pediu demissão, foi demitido e até se aposentou. Normalmente, a taxa não leva em conta movimentações internas, como promoções e transferências.

Para calcular o turnover, identifique o número de funcionários no começo (C) e fim (F) do período (por exemplo: um mês). Vamos chamar a diferença de S.

O número médio de funcionários é dado pela soma entre C e F, dividida por dois: (C+F)/2.

Divida S por essa média e multiplique o resultado por 100 para ter sua taxa de turnover em porcentual:

Turnover em % = (S/(C+F)/2) x 100

Impactos negativos de alta de taxa de turnover

  • Elevados custos trabalhistas com a demissão do antigo funcionário e contratação do novo;
  • queda da motivação no ambiente de trabalho entre os funcionários que permanecem;
  • queda na qualidade dos serviços prestados aos clientes;
  • menor retorno sobre o investimento nos funcionários;
  • perda de produtividade e desempenho.

Quais as principais causas do turnover?

Proposta da concorrência

Mesmo quando a taxa de desemprego é alta, o mercado de trabalho permanece competitivo. Seus funcionários podem escolher trabalhar em um lugar que paga melhor, é melhor gerenciado, oferece incentivos para a carreira ou simplesmente é mais perto de casa. Como administrador é necessário ficar atento para descobrir se parte dos seus funcionários estão migrando para uma mesma oportunidade e o porquê.

Trabalho exaustivo

É ótimo para os sócios quando os empregados dão o melhor de si e o trabalho rende, mas ninguém aguenta rotinas cansativas por muito tempo. Pessoas não são máquinas e não podem sustentar jornadas árduas de forma consistente. Se a gerência cobra resultados de forma não-realista, os funcionários logo vão se sentir frustrados e incapazes de atender às expectativas. Além disso, ficarão fisicamente cansados. Logo, vão começar a se atrasar e a faltar ao emprego com mais frequência, o que termina em demissão, seja ou não voluntária.

Falta de incentivo

Ninguém quer trabalhar duro para que outra pessoa receba o prêmio. Todo mundo deve ser incluído no processo de motivação e incentivos. Em muitos locais de trabalho, recompensas são oferecidas apenas no nível da gerência (e, às vezes, nem isso). O resultado é que os funcionários percebem que, se ficarem no mesmo emprego, estarão daqui a alguns anos na mesma posição. Então pulam do barco em busca de coisa melhor.

Cultura de fazer, não pensar

Mesmo nos empregos de salários mais baixos existe muita gente inteligente que pode entender melhor sobre a atividade do que os gerentes. Eles podem ter ideias para tornar um processo mais rápido, barato ou agradável. Infelizmente, em muitos locais de trabalho é comum a atitude do "você é pago para fazer e não para pensar". O resultado é que o funcionário fica desencorajado a dar seu melhor para a empresa e acaba também desmotivando os colegas.

Contratar as pessoas erradas

Trabalhar em supermercado não é pra qualquer um. É preciso motivação para manter as prateleiras cheias, o ambiente limpo, os produtos frescos, os cartazes no lugar e aguentar uma rotina intensa. Finalmente, é preciso trato para atender a clientes. Selecionar o pessoal certo é fundamental; quem não tem o perfil, logo vai embora.

Como reduzir o turnover em supermercado?

Melhorar o processo seletivo

A melhor forma de corrigir um problema é evitá-lo. Vale a pena investir mais tempo e dinheiro no processo de contratação se isso significar um funcionário que trabalhe melhor, renda mais e fique mais tempo na empresa. Um dos elementos mais importantes é verificar como o candidato conversa e atende as pessoas.

Criar uma política de benefícios competitiva

Quando os empregos são muito semelhantes, a tendência é trocar com facilidade, às vezes por um motivo simples, como um local mais perto de casa. Para atrair e manter bons funcionários, você precisa de uma política de benefícios. Um bom plano de saúde, por exemplo, reduz o turnover em supermercado e pode servir para recrutar funcionários mais apegados à família.

Estabelecer uma jornada de trabalho flexível

Horários rígidos não se encaixam no cotidiano das pessoas, em especial nos dias de hoje, com famílias menores e maior número de compromissos. Um banco de horas e outras oportunidades de flexibilidade, como home office, significam que seu funcionário passa menos tempo dentro do trabalho com a cabeça em outros problemas.

Trabalhar continuamente o motivacional da equipe

Seus clientes podem até estar continuamente interessados nos seus produtos, mas os funcionários podem ficar aborrecidos quando precisam fazer todo dia a mesma coisa. Uma quebra de rotina pode ser interessante. São várias possibilidades, de decorar a loja em época de festa junina a estabelecer metas ambiciosas atreladas a recompensas, como um bônus em dinheiro ou uma viagem.

O turnover em supermercado é inevitável, já que funcionários vêm e vão. Contudo, quando você tem que demitir ou os colaboradores pedem demissão com muita frequência, é sinal de que algo está errado com a administração. Aproveite a oportunidade e entreviste quem deixa seu supermercado para tentar descobrir as causas. Gerenciar e motivar seus funcionários é fundamental para que o negócio opere bem.

Se essas dicas foram úteis para você, assine nossa newsletter e fique por dentro das melhores práticas em gestão de supermercados.

Conteúdos relacionados