Comunicação visual em um Home Center: saiba como fazer

Comunicação visual em um Home Center: saiba como fazer

Pricefy

This is some text inside of a div block.
November 3, 2021
This is some text inside of a div block.

As lojas de materiais de construção, também conhecidas como home centers, vivem um período de constante crescimento. No embalo da construção civil, um dos setores que mais movimentam a economia, estas lojas têm sido cada vez mais procuradas. Por isso, preparamos este material sobre comunicação visual em um home center!

Mas, porque a comunicação visual é tão importante?

Em um cenário de alta competitividade, as empresas precisam executar tarefas de gestão com o maior grau possível de eficiência. Portanto, a comunicação é um dos fatores mais importantes na estratégia de venda de uma loja. Ela exerce uma função indispensável para atrair o público, promover a identificação da marca e facilitar a experiência de compra.

Uma pesquisa realizada pela Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamarco) revelou que o desempenho das home centers no Brasil teve um crescimento de 46% em 2020. A pandemia acirrou ainda mais este mercado, e atualmente existe uma constante busca por métodos para estabilizar as vendas.

A forma como uma loja se apresenta e facilita a vida de seus clientes é fundamental para alcançar o crescimento no contexto do varejo. Neste post, você vai entender como a comunicação visual em um home center pode ser utilizada para melhorar o desempenho, aumentar as vendas e fidelizar os consumidores!

Como trabalhar a comunicação visual em um home center

A comunicação visual no varejo é, quase sempre, diretamente ligada à exposição do produto no ponto de venda (PDV). Entretanto, se o objetivo é melhorar as vendas e ter um desempenho estável neste sentido, é necessário compreender o processo de maneira mais abrangente. Afinal, para vender mais, é preciso atrair mais consumidores!

Portanto, quando se aborda a comunicação visual em um home center, é preciso olhar, primeiro, de fora para dentro da loja. O cliente precisa enxergar o seu espaço, e mais importante que isso, entender, logo de cara, do que se trata. Por isso é crucial investir em uma identidade visual que comunique, desde a fachada, o que sua loja quer vender.

Muitas lojas de material de construção apostam em fachadas grandes e bem chamativas, com destaque para o logo da home center. É bom ter em mente que a fachada de uma loja deve ser pensada para atrair não somente quem já tem a intenção de comprar um produto. Uma boa comunicação visual atrai, também, quem nem pensava em entrar naquela loja!

Agora que você já conseguiu atrair o consumidor e convencê-lo a entrar na loja, é o momento de proporcionar a melhor experiência de compra para ele!

A percepção das pessoas sobre situações, e claro, produtos, é quase 100% controlada pela impressão visual. É por isso que o varejo tem apostado, cada vez mais, em ambientes modernos e planejados. Tudo isso tem o objetivo de fazer com que o cliente encontre o produto no lugar certo, o mais rápido possível, e com o preço correto!

Setorização e precificação são pilares nesta busca por estabelecer uma boa experiência de compra para o consumidor. Por isso, listamos algumas ações indispensáveis para aplicar na comunicação visual em um home center!

Setorização dos produtos por categoria

A boa comunicação com os clientes começa por organizar os produtos de forma adequada na loja. Cada produto pertence a uma família, ou categoria, e essa setorização ajuda o consumidor a se situar no espaço e buscar o produto desejado!

Além disso, ao organizar os produtos dessa forma, é possível explorar a relação de complementaridade entre eles. Por exemplo: se um cliente procura um cano de PVC, e perto dele, tem uma cola para esse tipo de material, ele pode aproveitar para fazer mais uma compra, e assim a loja aumenta as vendas com apenas um consumidor.

Precificação correta dos produtos

Uma  das maiores falhas que se pode cometer no varejo é vender um produto com preços diferentes na gôndola e no caixa. Isso causa um enorme mal-estar com o cliente e pode ser fatal para a percepção da marca, pois o consumidor vai, teoricamente, pagar um valor incorreto.

Produtos sem preço também atrapalham a experiência do cliente e podem fazer com que a loja perca a venda. Portanto, invista em alternativas que garantam a precificação correta! No final deste texto, você vai ver que a tecnologia disponibiliza ferramentas para fazer a atualização dos preços, tudo em tempo real, para evitar problemas.

Promoções bem sinalizadas

As  promoções são fundamentais no processo de vendas do varejo, e em um home center não é diferente. Elas ajudam a chamar a atenção dos clientes, aumentar as vendas e também fidelizar o consumidor, por meio de clube de vantagens e de uma relação mais próxima estabelecida por esse tipo de venda.

Entretanto, é fundamental que essas promoções estejam bem comunicadas, em todos os setores da loja. Não adianta oferecer um ótimo produto, por um excelente preço, se isso não for acompanhado de um bom trabalho de comunicação visual. Somente com todos esses fatores alinhados o cliente vai perceber a promoções e aproveitá-la!

A comunicação visual também tem a ver com outros fatores que não são exatamente ligados aos cartazes, etiquetas e outros materiais de sinalização. Para passar uma boa impressão, é indispensável manter as gôndolas e os corredores limpos, com os produtos bem organizados e posicionados.  

Ficha técnica de produtos contribui para melhorar a comunicação

Uma medida simples, mas muito eficiente, para otimizar a comunicação da loja com o cliente é implantar a ficha técnica dos produtos. Ela consiste em descrever as principais características do produto em uma folha, como tamanho, cor, funcionamento e instruções para o uso.

Com a ficha técnica do produto, o consumidor tem, à sua disposição, as informações mais relevantes sobre cada material. É uma ótima forma de promover o auto-atendimento e evitar que o consumidor desista de comprar por conta de dúvidas sobre o produto. Além disso, ele pode comparar produtos similares para definir a sua compra.

A ficha técnica do produto facilita, também, o trabalho da loja e otimiza o atendimento. Porém, é imprescindível produzir fichas bem completas, com boa legibilidade da informação e uma identidade visual que seja amigável para os consumidores. Assim, o varejo evita desperdícios, melhora a produtividade nas lojas e otimiza a gestão do PDV!

Quer saber mais sobre os benefícios da automação de fichas técnicas no PDV? Leia este post em nosso blog!

A tecnologia como aliada da comunicação visual em um home center

Trabalhar bem a comunicação visual em um home center estabelece desafios importantes para os gestores varejistas. São diversos aspectos para se controlar diariamente, o que gera uma gama de demandas para os colaboradores, como cartazeamento, etiquetagem, auditoria de preços e sinalização das gôndolas.

A boa notícia é que o mercado de tecnologia voltada para o varejo também está em crescimento, assim como o de home center. Hoje já existem diversas ferramentas tecnológicas que facilitam o trabalho de comunicação visual de uma loja, em todas as suas fases. Criar cartazes chamativos e etiquetar produtos nunca foi tão fácil!

A Pricefy tem um case de sucesso na comunicação visual em um home center: a multinacional Leroy Merlin. Uma das líderes do mercado conta com nossas soluções para produzir cerca de 1,5M de etiquetas de preços e 200 mil cartazes por mês!

Com os serviços de Cartazeamento Enterprise e Precificação Inteligente no PDV, desenvolvemos templates para agilizar a produção de materiais em larga escala para a comunicação visual da rede de lojas. Além disso, as soluções tecnológicas permitem a integração das ofertas com o caixa, para evitar erros nas cobranças aos clientes.

Saiba mais sobre o case da Leroy Merlin e entenda como a tecnologia pode otimizar a comunicação visual de um home center!

Conteúdos relacionados